Jacto

Em fevereiro fez 2 anos que escrevo para o Jornal Folha Agrícola espero que todos possam ter tido algum aprendizado neste período. Todo aniversário temos que comemorar, pensei muito qual seria o conteúdo desse mês, e decidi escrever sobre chegar é fácil, e depois?     

Vamos hoje rever como anda o primeiro produtor que escrevi aqui no jornal, o Ronei Mota Silveira de Alegrete – RS.    

Como sempre digo, conceitos e informações existem porem falta metodologia para aplicá-las nas propriedades de forma eficiente a fim de obtermos o maior lucro na atividade.     

O trabalho teve início em 2010, foi selecionada a propriedade Granja do Cedro, do senhor Leoni Zacarias da Silveira e de seu filho Ronei Mota da Silveira para ser a sala de aula, e onde também seriam capacitados os técnicos locais, já que o trabalho é desenvolvido em parceria com a Prefeitura Municipal, a Secretaria de Agricultura e Pecuária de Alegrete.    

Mais do que garantir o futuro da propriedade teríamos que ter renda suficiente para que os sonhos do Ronei fossem alcançados, se não dificilmente ele se manteria na propriedade e a sucessão do negócio estaria comprometida.     

De acordo com o diagnóstico realizado na primeira visita em maio/2010, a Granja do Cedro produzia 233 litros/dia de leite com 30 vacas em lactação, com uma produção média de 7,77 litros/vaca/dia. Com a orientação técnica priorizando a manipulação de fatores produtivos visando a geração de renda na propriedade, intensificou-se o uso do solo com a correção da fertilidade, o plantio de pastagens tropicais com alto potencial produtivo, aplicando-se a técnica de pastejo rotacionado nas pastagens de verão e de inverno, trabalhando com o fornecimento de ração em função da produção de cada lote, o que permitiu a redução no uso de concentrado e o melhor atendimento das necessidades nutricionais do rebanho. Houve uma melhoria expressiva já no final do primeiro ano de trabalho, pois a produção média mais que dobrou e chegou aos 515 litros/dia.     

Os dados do ano de 2014 (dados do primeiro texto escrito no jornal) a produção média foi 900 litros/dia, e em 2016 a produção média foi de 1138 litros/dia, com picos de produção de 1500 litros/dia. A tabela 1 descreve alguns índices da propriedade. 

Tabela 1: Resumo dos índices zootécnicos e econômicos obtidos na Granja do Cedro, considerando o período 2011/2012 e o ano de 2014 e 2016.

Índices 2010/2011 2014 2016
Produção de leite anual (litros) 187.462 325.430 415.464
Vacas em lactação 32 38 47
Média das vacas em lactação (litros) 16,2 23,7 24.21
Despesas de custeio/Receitas (%) 79,4 62 57
Investimento (R$) 5.026,00 31.297,88 30.300.00

  Fonte: Planilhas de avaliação econômica e zootécnica da fazenda nos dois períodos.    

O Ronei Motta sempre fazendo o que é necessário, com muita disciplina, adaptando as mudanças estabelecidas no projeto, o resultado vem melhorando a cada ano, o rebanho atingiu média de 24,2 litros de leite/vaca/dia, primeira visita 7,7 litros de leite/vaca/dia, chegando hoje a picos de 32 litros/vaca/dia. A melhoria da eficiência na manipulação dos fatores produtivos da fazenda fez com que se comprometesse menos renda para o pagamento de despesas operacionais: atualmente a fazenda gasta 57% de sua renda com despesas operacionais, no início ele comprometia 79,4% da renda para pagar despesas.      

Conseguimos aumentar a produção de leite de 187.482 mil litros/ano para 416.484 mil/litros ano, e fazer sobrar mais dinheiro para o produtor, antes 79,4% da receita era para pagar despesas, hoje 57% da receita é para pagar despesas.      

Nosso próximo objetivo é chegar a 80 vacas em ordenha e produzir 2000 litros/leite/dia.     

Chegamos ao objetivo e vamos buscar  agora novas metas para propriedade, e sua propriedade como passou nesses 2 anos? Quais são as metas futuras? 

Artigo publicado na edição de Março/17

Juliano Alarcon 
Engenheiro Agrônomo Mestre
Consultor da Costa Consultoria 
(46) 9 9136 1900


Este conteúdo é de uso exclusivo, não sendo permitida sua cópia e/ou réplica sem a prévia autorização do mesmo.




Deixe seu comentário

Safeeds
Cresol

Facebook

Biotrigo
Vencofarma
Oro Agri
Dispec
Calpar
Agral
Rehagro
Bonetti Agronutri