Jacto

Há pouco mais de 5 meses, os produtores rurais de todo o país se depararam com as notícias da morte de mais de 1,1 mil cabeças de gado e um prejuízo estimado em R$ 2 milhões em uma fazenda sul-mato-grossense, em consequência a uma grave doença: o botulismo. Essas notícias fizeram reacender o alerta para uma doença altamente letal, mas que tem tratamento.

Os surtos de botulismo bovino, causados pela ingestão das toxinas botulínicas C e D, são comuns no Brasil e estão normalmente associados à água e alimentos contaminados e à osteofagia (ato de roer/ingerir ossos), aliados a uma suplementação insuficiente do rebanho. 

Quando surtos como estes do Mato Grosso do Sul ocorrem, os prejuízos são indiscutíveis e o tempo e a tomada de decisão se tornam fatores preciosos, sendo que a única forma de minimizar as perdas é atuando em duas frentes: 

1. Tratamento imediato dos animais com botulismo.

2. Correção do manejo nutricional (suplementação adequada) e manejo sanitário (identificação e remoção da fonte de contaminação) da propriedade. 

Embora muitos produtores não saibam, essa doença tem um tratamento disponível no mercado brasileiro, que é aliás, o único tratamento específico para animais: o soro Botulin CD da Venco Saúde Animal, desenvolvido após anos de pesquisa, em parceria com a EMBRAPA Gado de Corte. Esse produto tem sido utilizado por pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais, com excelentes resultados em diversas espécies animais, que não somente os bovinos. 

O soro Botulin CD é diferente de uma vacina, porque a vacina protege e o soro trata o animal doente. Com o tratamento precoce utilizando Botulin CD e terapia de suporte, os animais podem se recuperar e os prejuízos, indiscutivelmente, serão menores para o criador. 

O botulismo faz parte de um grupo de doenças muito conhecido pelos fazendeiros, as clostridioses, popularmente chamadas de manqueira, morte súbita, tétano e botulismo. E em se tratando de clostridioses, é fundamental que o produtor invista na prevenção do seu rebanho através da vacinação contra as enfermidades mais importantes, ou seja, o carbúnculo (manqueira), o botulismo e o tétano. Mas nos casos em que a doença ocorre antes de os animais terem sido vacinados ou quando mesmo vacinado o rebanho fica doente (devido ao grande desafio), a única saída é o tratamento. E é importante alertar que o fator que mais influencia no sucesso dessa terapia com o soro Botulin CD é a rapidez na utilização. 

Essa doença, ocasionalmente, retorna aos noticiários em decorrência dos surtos e seus prejuízos incalculáveis. Por isso é tão importante que o produtor esteja munido de muitas informações e que em casos onde estiver diante dessa enfermidade saiba que o botulismo TEM tratamento!

 

*Para saber mais sobre o produto, consulte o site do fabricante. 

 

 

Artigo publicado na edição de Março/18

M.V. Larissa Salles Teixeira

Departamento Técnico 

Venco Saúde Animal

 

 


Este conteúdo é de uso exclusivo, não sendo permitida sua cópia e/ou réplica sem a prévia autorização do mesmo.




Deixe seu comentário

Safeeds

Facebook

Biotrigo
Matsuda
Bonetti Agronutri
Oro Agri
Cresol
Dispec
Rehagro
Vencofarma
Agral