Jacto

Mercado de usados anda bastante aquecido, saiba quais pontos observar na hora de fazer a compra de equipamentos usados 

Por Diogo Ferrari

Um equipamento novo, sem sombra de dúvidas têm seu valor agregado, tem seus benefícios, a garantia de um pós-vendas, a tranquilidade da garantia do equipamento. Entretanto, o mercado para equipamentos usados é viável devido à natureza durável dos equipamentos, mesmo pelo estado e condição conhecida após horas de trabalho em campo. Dessa forma, cada opção tem suas vantagens e desvantagens.

Os equipamentos agrícolas são fabricados e construídos de componentes para durar por um longo tempo. Esta é uma das principais razões pelas quais faz sentido considerar máquinas de segunda mão ao instalar ou atualizar equipamentos da frente operacional. Outra grande vantagem da compra de equipamentos de segunda mão é a enorme diferença de preço em comparação com os equipamentos novos, juntamente aos prazos de entrega mais curtos. As máquinas usadas geralmente estão disponíveis imediatamente, enquanto o tempo de espera pode ser de mais de 2 meses para entrega.

Com certeza há riscos associados com a compra de equipamentos de segunda mão. Por isso, destaco alguns fatores críticos que devem ser considerados quando se investiga a compra de equipamento de forjamento usado. Detecção de trincas Antes de comprar qualquer equipamento usado você deve sempre se assegurar de que não haja trincas em nenhum lugar crítico. Pontos de engate, ou mesmo partes da estrutura que vão suportar maiores cargas de trabalho, como cabeçalhos e chassi. Esta é geralmente uma checagem muito simples, a qual pode ser feita com o método de líquido penetrante com contraste de cor, caso o investimento seja grande no equipamento considerado.

Este teste simples reduzirá bastante os riscos quando comprar um equipamento usado. A Idade não é um Fator Decisivo Muitos consumidores perguntam o ano de fabricação do equipamento e fazem sua decisão com base nisto. Isto é um erro comum. Primeiro considere a compra de uma trator pesado que foi produzido em 1995 e que só utilizou 60% da sua capacidade durante todo o período que esteve em operação. Agora considere comprar um trator mais nova, de 2005, mas que, no entanto, utilizou 100% da sua capacidade durante a sua vida mais curta. Qual estará mais propenso a ter problemas de desgastes? Pintura é algo que muitas vezes também não influencia muito no equipamento, as vezes aquele equipamento desbotado, se deve a ter ficado em pátio não coberto ou mesmo ter recebido maior quantidade de lavagem após o uso, do que um implemento com aquela estética maravilhosa, pintado e reformado, que poderá esconder ou camuflar certos problemas de dano, soldas ou desgastes. Histórico do Equipamento O histórico do equipamento é de longe mais importante do que o seu ano de fabricação. Ele pode te dizer muito mais sobre a condição do equipamento. Geralmente, é uma boa ideia tentar saber a quem ele pertenceu e, talvez, fazer um contato direto. Frequentemente, o dono anterior terá muitas informações sobre o equipamento e possivelmente possa te dizer alguns fatos que talvez você não tenha tido conhecimento anteriormente. A condição geral do equipamento depende de assistência e manutenção regulares. Uma falha maior pode ser evitada por meio da verificação regular do equipamento utilizando-se um programa de manutenção preventiva para descobrir e corrigir os defeitos antes de acontecer um dano maior. Isso também é algo que pode ser discutido com o proprietário anterior, ou até mesmo pode ser encontrado na documentação técnica fornecida com o equipamento. Componentes Eletrônicos Com toda essa discussão e uso de componentes eletrônicos com o intuito de melhor monitoramento operacional, busca de maiores rendimentos de trabalho. É muito importante conhecer qual a condição desses componentes. Chicotes e cabos podem estar danificados e rompidos, ou as conexões podem estar oxidadas, danificadas ou mesmo não conectando corretamente, o que poderá impedir o funcionamento correto do equipamento ou mesmo o monitoramento poderá ser colhido errado ou mesmo ocorrerem falhas de operação. Conhecer bem as condições desses conjuntos eletrônicos são importantes, evitará possíveis transtornos futuros após a aquisição durante a operação e trabalho. Considere as opções Mantenha a sua mente (e as suas opções) aberta, não se fixe em um determinado equipamento ou marca. Lembre-se que quando você solicita um equipamento novo pode especificar exatamente o que quer. No entanto, para um equipamento usado você precisa ter a mente mais aberta e ser mais flexível. Por exemplo às vezes uma grade pesada Piccin lhe atenda, mas possa ter uma grade intermediária Tatu ou Baldan que possa lhe atender também. Vendedor/Revendedor do equipamento Há muitos revendedores de equipamentos neste mercado oferecendo uma vasta gama de equipamentos. Uma boa ideia é realizar não apenas uma verificação dos antecedentes da máquina, mas também da empresa da qual você está comprando. Há chances de que algum colega seu já tenha ouvido falar alguma coisa e até possa lhe dar alguns conselhos sobre o quê olhar primeiro e com quem você deve falar, ou mesmo se deverá buscar um outro revendedor de maior confiabilidade. Uma boa reputação é muito importante, pois você tem que confiar que o vendedor irá entregar o que promete e que eles não tenham nada a esconder. Inspeção É sempre uma boa ideia confirmar a condição de um equipamento de segunda mão. Portanto, verifique se você poderá inspecioná-lo por completo antes de comprá-lo. Verifique bem todas as partes cruciais. Pequenos danos e imperfeições não são uma razão para não comprar o equipamento, mas eles são, obviamente, um ponto de negociação. Verifique o equipamento por inteiro por meio de um inventário completo. Outro ponto a ser considerado é a localização do equipamento, se ele estiver armazenado em um local limpo e bem cuidado há uma boa chance de que os proprietários cuidem bem de seus equipamento. O pacote completo Você terá de levar em consideração despesas adicionais quando comprar equipamentos usados. Por exemplo, o equipamento ainda pode estar armazenado na planta do vendedor, ou seja, haverá custos a serem considerados com a desmontagem, o carregamento e o transporte. Pergunte ao vendedor se eles podem oferecer algum desses serviços. Provavelmente será mais barato, mais fácil de organizar e também muito mais conveniente se todos os serviços ou mesmo o conjunto de maquinas vierem da mesma revenda. Isso vai lhe poupar o trabalho de ter de coordenar as diferentes fases de sua negociação e compra. Isto também te colocará em uma posição mais forte para negociar o preço final (ou seja, se você indicar que irá colocar o conjunto de compra de maquinário como um todo para quem te oferecer o melhor preço). Neste cenário, o vendedor provavelmente irá oferecer uma redução no preço para garantir que toda a compra seja finalizada com ele, para que esteja sob seu controle em todos os aspectos da entrega da máquina, fazendo com que a sua vida seja muito mais fácil. Negociações Certifique-se de que você sabe o que você está recebendo. Isso soa como algo muito óbvio, mas há uma série de diferentes questões que deve ser respondida com antecedência. Entre elas estão: quais peças de reposição estão disponíveis para aquele implemento ou maquina, se está incluso um suporte para manutenção ou indicam estabelecimento para compra de peças e componentes, quais são os termos de entrega, qual é o tempo de entrega, onde o equipamento será armazenado até a entrega e quais são as condições de pagamento. Confirme tudo isto, por escrito, antes da compra, caso possível, registre por email. Orçamento Se o preço pedido for realmente muito alto, deixe o vendedor saber o seu orçamento, sem saber quem ou qual revendedor lhe forneceu os valores. Isso irá ajudá-lo a decidir se há ou não uma forma de corresponder ao seu orçamento. Ser aberto, honesto e transparente muitas vezes resulta em preços melhores. Leia também Leilões agrícolas são oportunidades de bons negócios Leilões online fortalecem o mercado do agronegócio Usina realiza leilão de máquinas e equipamentos agrícolas Mais de 500 tratores movimentam leilão de máquinas agrícolas Compare Não é incomum que o equipamento no qual você está interessado esteja sendo comercializado por vários vendedores ou mesmo á outros compradores. Certifique-se de que a pessoa da qual você está comprando é o real proprietário do equipamento. Se você estiver comprando de uma fonte que não é a proprietária do equipamento, provavelmente, você estará pagando uma comissão adicional ao “intermediário”. Conclusão A lista anterior oferece apenas alguns pontos e sugestões que devem ser considerados na compra de equipamentos usados. Nem sempre é possível se apegar a todos os pontos, mas é importante saber o máximo possível sobre a máquina e sua história antes de comprá-la. A reação do vendedor também pode ser um bom indicador sobre a existência ou não de algo que eles podem estar escondendo. Se, por exemplo, eles não vão revelar a identidade do proprietário anterior, isso pode significar que eles estão retendo informações que possam impedi-lo de comprar o equipamento. Tenha em mente que a abertura e a transparência são tudo para se obter o equipamento certo pelo preço certo.
 

Artigo publicado na edição de Abril/18


Este conteúdo é de uso exclusivo, não sendo permitida sua cópia e/ou réplica sem a prévia autorização do mesmo.




Deixe seu comentário

Cresol
Safeeds

Facebook

Biotrigo
Oro Agri
Vencofarma
Dispec
Calpar
Rehagro
Bonetti Agronutri
Agral