Versão Online

A presença de moscas ( Mosca do Chifre, Mosca doméstica, Moscas dos Estábulos, Mosca do Berne) e carrapatos nas produções pecuárias causam sérios prejuízos sanitários e econômicos nas produções pecuárias, provocando doenças, stress nos animais, além de diminuir as produções leite , carne e ovos.

Na maioria das vezes, devido a diversas causas, o controle destas pragas é oneroso e sem o efeito desejado acarretando dores de cabeças nos proprietários que buscam desesperadamente a melhor forma de controle.

Os métodos de controle tradicionais com a utilização de inseticidas através de pulverizações nos animais e no ambiente mostram-se ineficientes e as vezes são utilizados de forma inadequada pelos funcionários e produtores rurais.

Diante do exposto, neste comunicado será apresentado uma nova opção no controle de moscas e carrapatos, o Nim ( ou Neem), utilizado tanto no controle de pragas no  ambiente quanto nos animais.

Segundo Andrade et al (2001) & Marcucci (2013), O nim é uma espécie tropical. nativa da índia, com nome científico Azadirachta indica, da família da Melliaceae.

Seu sistema radicular profundo está bem adaptado a retirar água e nutrientes em altas profundidades do solo, mas é muito sensível à inundação. A planta de nim está adaptada ao clima quente e seco, mesmo com temperatura próximas a 50oC e precipitação anual variando de 400 a 1200 mm.

A planta pode se desenvolver em muitos ambientes adversos incluindo solos secos, pobres em nutrientes, pedregosos, rasos ou ácidos. A planta se desenvolve bem em áreas tropicais e subtropicais do mundo. Para o cultivo, as sementes são obtidas de populações naturais. As sementes devem ser plantadas o mais rápido possível, pois perdem o poder germinativo em cerca de dois meses. (Andrade et al (2001) & Marcucci (2013).

O Nim apresenta uma série de compostos, dentre os quais a azadiractina , substância em maior concentração e que apresenta maior atividade tóxica contra insetos. É encontrada em vários órgãos da planta, principalmente nas sementes, sendo utilizada na forma de óleo ou de extratos aquosos ou orgânicos, consistindo extratos comerciais ou semicomerciais.

Vejam que interessante: As principais vantagens do nim em relação a outras plantas inseticidas são a atividade sistêmica, eficiência em baixas concentrações, baixa toxicidade a mamíferos e menor probabilidade de desenvolvimento de resistência pela ocorrência de um complexo de princípios ativos.

O extrato de nim causa a morte dos insetos por contato e ingestão, além de reduzir o consumo de alimentos retardando o desenvolvimento e impedindo a deposição de ovos pelos insetos adultos.

 

Utilização no controle de pragas nos Animais:

 

As propriedades do nim podem ser utilizadas também no combate às pragas que infestam animais, como carrapatos, moscas-do-berne, pulgas, piolhos e mosquitos em geral. O óleo e a torta de nim são os modos de preparo mais usados.

O óleo é diluído na concentração de 1 litro de óleo para 100 litros de água antes da pulverização dos animais no final da tarde, pois o princípio ativo do óleo é degradado pelos raios ultra violeta do sol

A EMBRAPA (2001) nos apresenta uma série de preparados no qual as folhas e sementes de Nim são utilizados.

Extrato de folhas: Para o preparo do extrato de folha. colocar em um tambor plástico 100 litros de água e 1.250 g de folhas picadas ou trituradas para uma melhor extraçáo do principio ativo. Deixar essa mistura em repouso por 12 horas, tendo o cuidado de mexer duas a três vezes. Em seguida coa-se e utiliza-se imediatamente.

 

Extrato de Sementes:

1) Triturar 1.5 kg a 3.0 kg de sementes em liqüidificador industrial ou moedor e deixar em infusão por 12 horas em 100 1 de água, agitando-se, pelo menos, a cada duas horas. Para utilização do extrato, coá-lo em tecido fino de algodão para evitar entupimento do bico do pulverizador:

2) Colocar 5.0 kg de sementes de nim. secas e moídas, dentro de um saco de tecido de algodão, amarrá-lo e colocá-lo num recipiente com 5.0 litros de água e deixar em repouso por 12 horas. Após esse tempo. extrair. por meio de maceramento, o máximo possível do extrato das sementes do saco de tecido. Adicionar ao extrato10 g de sabão derretido em água. Misturar bem e acrescentar água para obtenção de 500 litros do preparado.

Atualmente há no mercado vários produtos a base de Nim para controle de pragas assim como utilizados na nutrição animal “misturados” ao sal mineral, porém não há estudos complementares científicos comprovando sua eficácia (sal mineral).

Quanto a utilização do Nim em controle de pragas, comungo da mesma opinião da Colega Rosângela Marcucci(2013):

“O nim não se apresenta como uma solução para todos o problemas, mas sim como uma alternativa viável do ponto de vista econômico, ambiental e ecológico por seu baixo custo, baixa toxicidade a mamíferos, preservação dos inimigos naturais e dificuldade de selecionar indivíduos resistentes”.

 

Recentemente visitei algumas granjas de produção de frangos de corte e vi nos espaços entre os galpões as árvores de nim e os trabalhadores relataram a efetiva ação repelente contra moscas feite pela planta.

Não custa tentar, vamos estudar as várias alternativas no controle de carrapatos e moscas, os animais e o meio ambiente agradecem.

Vejam os Manuais Farmácia na Fazenda : gado de leite, corte, suínos, caprinos e ovinos que possuem orientações nas compras de insumos pecuários. Visite o site:www.farmacianafazenda.com.br

Artigo publicado na Folha Agrícola na ediçao de Janeiro de 2017

Prof. Dr.Guilherme Augusto Vieira

Médico Veterinário

Coordenador Farmácia na Fazenda

www.farmacianafazenda.com.br

contato@farmacianafazenda.com.br/guilherme@farmacianafazenda.com.br

71-98730-2740


Este conteúdo é de uso exclusivo, não sendo permitida sua cópia e/ou réplica sem a prévia autorização do mesmo.




Deixe seu comentário

Facebook

Calpar