Versão Online

Segue o planejamento, terceira visita! 

Não basta fazer a análise de solo, tem que colocar em prática, para quem está acompanhando os artigos do Jornal Folha Agrícola, esse é o terceiro texto sobre a mesma propriedade onde iniciamos o trabalho em agosto/2016.

Finalmente chegou a análise de solo, e vamos para as recomendações: calcário não teve necessidade, mas tivemos que ajustar adubação com fósforo, cloreto de potássio e ureia proporcional ao número de UA/ha. 

Aqui quero fazer uma pausa!

Leitor (a), qual a produtividade que os senhores querem ter por ha?

10, 15, 20, 25, 30 mil litros/ha/ano?

Dependendo da produtividade esperada, dimensionamos a pastagem, a adubação, a composição do rebanho, a genética necessária, entre outros itens, essa equação tem que fechar!

Não como ter alta produtividade sem adubação, sem manejar pastagem, sem ótima produtividade de milho para a silagem, sem genética, sem gestão.

A diferença de onde eu quero chegar e onde estou, chama-se lacuna, e é isso que temos que correr atrás para resolver!

Voltamos a propriedade que está sendo referência para os textos:

Meta é trabalhar com 50 vacas em lactação, com produção mínima de 20 litros/vacas/dia, para produzir 1000 litros/dia, termos 83% de vacas em lactação, ou seja, um intervalo de parto de 12 meses, essa propriedade teremos 100% de vacas, optamos por não fazer recria.

Hoje temos 39 vacas em ordenha, a média está em 15,7 litros/dia e a % de vacas em lactação está em 75%, com isso sabemos o caminho a percorrer.

Ajustamos adubação de pastagens, tamanho dos piquetes, agora identificamos problemas com reprodução e naturalmente ajustando a reprodução e um melhor manejo de pastagem as vacas podem chegar tranquilamente a produzir uma média de 20 litros/dia, vale ressaltar que a média será uma consequência do manejo aplicado na propriedade.

Iniciamos a planilha de custo, vamos contar com a ajuda de um médico veterinário para nos auxiliar na parte reprodutiva e a propriedade vai seguindo o caminho para o sucesso financeiro!

Como está sua propriedade?

Quais as ações que estão sendo tomada hoje para o sucesso e prosperidade da sua propriedade no futuro?

Ficamos a disposição para qualquer dúvida.

Convido a conhecer minha página no facebook, Doutor Pastagem, lá posto de fotos das propriedades e passo algumas dicas.

Um forte abraço e até o próximo mês.

 

Artigo publicado na edição de Dezembro/16

Juliano Alarcon Fabricio

Engenheiro Agrônomo Mestre

Consultor da Costa Consultoria (46) 9 91361900


Este conteúdo é de uso exclusivo, não sendo permitida sua cópia e/ou réplica sem a prévia autorização do mesmo.




Deixe seu comentário

Facebook

Oro Agri