Jacto

Quando se avaliam níveis nutricionais de uma dieta de vacas leiteiras, sempre consideramos para cálculo os valores em Matéria Seca (MS), ou seja, o alimento em Matéria Original (MO), descontando-se os seus valores de água (umidade). Somente considerando a matéria seca total consumida na dieta é que podemos avaliar o desempenho da produção animal, considerando a conversão alimentar em quilos de leite produzido, por quilos de matéria seca consumida diariamente.    

Considerando uma vaca da raça holandês, pesando 600 Kg, teremos uma exigência de consumo de aproximadamente 1,5 Kg de MS para cada litro de leite produzido. Logo, para a produção de 30 litros de leite ao dia, necessitamos que esta vaca tenha consumo de aproximadamente 20 Kg de MS. Logicamente, existem fatores que podem limitar este consumo, como estresse calórico, falta de água, excesso de fibra. Sempre que o consumo de MS não atingir o mínimo correspondente à produção diária, o volume de leite tende a cair, bem como altera-se o balanço energético podendo este, se tornar negativo, a vaca acaba “tirando” do escore corporal parte da energia para produção naquela fase, podendo a vaca, perder peso e com o tempo ter reduzida produção e taxa reprodutiva.    

Digamos que a mesma vaca citada anteriormente esteja em um sistema de confinamento, se alimentado de dieta total composta basicamente por Silagem de Milho, concentrado e feno de gramínea. Vamos avaliar a participação de cada alimento em teores de matéria seca; onde a dieta é composta por 30 Kg de Silagem de Milho com 35% de MS, logo, temos a participação de 10,5 Kg de MS provinda deste volumoso. Sendo a inclusão de feno de gramínea de 2 Kg e que este tenha 87% de MS, existe a participação de 1,7 Kg de MS via feno e se o fornecimento de concentrado for de 9 Kg ao dia e este tiver 89% de MS, teremos aproximadamente 8 Kg de MS vindos do concentrado. A soma da matéria seca total consumida ao dia pela vaca em questão fica em torno de 20,2 Kg de MS por dia, volume de consumo que possibilitaria produção de 30 litros de leite.    

Nunca devemos esquecer que vários outros ajustes precisarão ser feitos, como níveis de proteína, amido, fibra, nutrientes digestíveis totais, entre outros, mas todos baseados em Matéria Seca. Para que o rebanho tenha seu potencial produtivo bem trabalhado, precisamos ajustar ao máximo a dieta total oferecida, avaliando níveis nutricionais e potencializando o consumo de alimentos. Em sistemas baseados em pastoreio, a regra é semelhante, contudo precisamos perícia na estimativa de consumo de pasto, onde por exemplo em uma pastagem de azevém, com estimativa de consumo de 35 Kg de pasto com 15% de MS, teremos participação de 5,25 Kg de MS via pastagem. Caso este azevém tenha teor de proteína bruta de 19% na MS, significa que através dos 35 Kg de pasto verde, o consumo de proteína bruta via pasto é de cerca de 1 Kg ao dia.    

Toda oscilação em produção leiteira tem relação ao consumo diário de matéria seca, logo, precisamos estar atentos primeiramente ao básico da quantidade de Kg MS consumido ao dia, e posteriormente avaliando os demais níveis nutricionais, conferindo o ajuste ideal de dieta para o rebanho. O correto acompanhamento técnico, além de potencializar o volume de leite produzido, monitorando os custos de alimentação, também evita que surjam problemas maiores como noz casos de leite LINA. Quando há serviço técnico especializado, as chances de erro diminuem e a troca de conhecimentos vem a fortalecer a atividade leiteira.

                     

Rodrigo Görgen Chaves 
Med.Vet. Me. /Tecg. Agroind.
Coasul Cooperativa Agroindustrial

Artigo publicado na edição de  Abril/17


Este conteúdo é de uso exclusivo, não sendo permitida sua cópia e/ou réplica sem a prévia autorização do mesmo.




Deixe seu comentário

Safeeds

Facebook

Oro Agri
Biotrigo
Matsuda

Enquete

O que você acha da Erradicação da Febre Aftosa no Brasil?

Muito bom, uma conquista da Pecuária!
Isso é péssimo, a doença pode voltar com maior intensidade.


Agrishow 2018

Promoção produtor rural com Eletrificador NOVO!

Promoção produtor rural com Eletrificador NOVO!

Saiba mais...


Rehagro
Bonetti Agronutri