Jacto

Quinto maior produtor de cana-de-açúcar do Brasil, com 34 milhões de toneladas colhidas anualmente, o Paraná exporta cerca de 90% do açúcar bruto produzido no estado.

De acordo com especialistas, isso acontece pela qualidade da cana plantada e colhida na região, que desperta a atenção do mercado externo.

São cerca de 2,5 milhões de toneladas exportadas, em média, todos os anos, de acordo com dados do Sindicato da Indústria de Açúcar do Paraná.

Com a desvalorização do real em relação ao dólar e, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), com a quebra da safra tailandesa, segunda maior exportada de cana do mundo, os embarques de açúcar pelo Porto de Paranaguá aumentaram 73% em 2020.

HISTÓRIA

A cana-de-açúcar foi uma das primeiras culturas importadas pelo Brasil, ainda no começo da colonização portuguesa, e logo se tornou também a matéria-prima para um dos primeiros produtos exportados pelo país: o açúcar.

Hoje, o Brasil ainda é uma potência na produção e na exportação de açúcar e o Paraná tem papel importante nesta conta.

A cana-de-açúcar foi uma das principais alternativas dos paranaenses que viviam do café. De acordo com o historiador Rodrigo Aviani, depois da geada da década de 1970, muitas plantações de café viraram canaviais.

Isso aconteceu porque o norte do Paraná foi povoado por paulistas e mineiros, lugares onde a tradição de plantar cana já estava bem estabelecida.

"Como no norte do Paraná você tem o modelo de ocupação a partir de pequenos lotes de terra, que acaba sendo os mais bem-sucedidos lotes de terra do Brasil, muita gente acaba trazendo para cá o domínio da técnica que tem em São Paulo e também o domínio da cultura que tem lá e acaba produzindo cana aqui também", explica Aviani.

Neste ano, até agora, segundo o Departamento de Economia Rural, de cada 100 hectares plantados no Paraná, 84 hectares já foram colhidos. A safra está com uma produção de 69 toneladas por hectare e já supera a do ano passado que ficou em quase 67 toneladas por hectare.

Hoje, no Paraná, mais de 400 mil pessoas dependem de forma direta ou indireta da cana de açúcar. Os dados do sindicato do setor revelam ainda que a cultura está presente em 147 municípios das regiões noroeste e norte do Paraná. Os maiores canaviais estão em Paranavaí, Umuarama e Maringá.

Fonte: G1 - PR




Deixe seu comentário

J Malucelli
Lely
INOBRAM

Facebook

Oro Agri
Biotrigo
Sicredi
Safeeds
Cresol
Bonetti Agronutri