Jacto

 

Maior central de coleta de sêmen da América Latina, a Central Bela Vista quebra mais um recorde. A empresa produziu 4 milhões de doses em 2020, o que representa um crescimento de 35% em relação ao ano passado e um terço de todo o sêmen produzido no Brasil.

Reconhecidamente a parceira de confiança de criadores e centrais de todo o Brasil, com estrutura privilegiada a empresa alojou quase 600 touros uma área de 130 hectares a mil metros de altitude. Esse clima é ideal para garantir máxima produção de sêmen com elevada qualidade, sempre aliada ao bem-estar animal.

Os excelentes números refletem o compromisso da empresa com a qualidade da prestação de serviço de coleta e industrialização de sêmen para todas as centrais de inseminação artificial do Brasil, além de importantes criatórios de pecuaristas em todo o território nacional.

Para alcançar esses resultados, a central vem investindo continuamente em três importantes áreas: infraestrutura, tecnologia e capacitação profissional.

Somente em 2020, a empresa ampliou em 20% a capacidade do alojamento, passando a sua capacidade para abrigar 600 animais. E aumentou para 3 mil metros quadrados a área coberta destinada à coleta dos reprodutores, o que equivale ao dobro das dimensões anteriores. O objetivo foi proporcionar mais conforto e bem-estar aos animais, que agora contam com um amplo espaço, mais arejado e protegido contra o sol e a chuva.

Sempre em busca de novas tecnologias para otimizar o processamento de sêmen, a Central Bela Vista investiu em novos equipamentos para a utilização em seu laboratório. A primeira aquisição foi o IVOS II, o mais preciso e confiável de todos os sistemas CASA disponíveis no mercado. Com ele é possível gerar resultados completos de cinética celular, a exemplo de motilidade, progressividade, velocidade e viabilidade, entre outros.

Também para utilização em seu laboratório, adquiriu o Nucleo Counter SP-100, que tem como objetivo avaliar a concentração espermática em amostras de sêmen. Com alta precisão, proporciona maior acuracidade na avaliação da viabilidade celular, além da contagem total de células na amostra de esperma e análises primordiais na produção de sêmen congelado para uso na IA.

Além desses investimentos em infraestrutura e tecnologia, também vem concentrando suas ações na capacitação técnica de sua equipe. Exemplo disso foi a contratação de dois novos médicos veterinários para atuação exclusiva no atendimento clínico e nutricional dos reprodutores.

Para estreitar ainda mais o relacionamento com parceiros fornecedores de genética, a empresa contratou o zootecnista Pedro Araújo, como gerente Comercial, o qual vem desempenhado um excelente trabalho junto aos proprietários de touros e gerentes de produtos das centrais.

A Central Bela Vista também promoveu treinamento com Nilson Dornellas de Oliveira, especialista com larga experiência em doma, manejo racional e apresentação de bovinos, direcionado à sua equipe de manutenção de reprodutores.

Durante o período da pandemia, a central continuou trabalhando, seguindo todos os protocolos de saúde e segurança estabelecidos pelo Plano São Paulo, restringindo visitas com aglomerações, monitorando regularmente a saúde dos funcionários, além de criar uma comunicação eficaz sobre a pandemia.

O gerente de Operações, Gerson Sanches, explica que a Central Bela Vista continuará investindo nas áreas de infraestrutura, tecnologia e capacitação profissional, com o objetivo de oferecer excelência nos serviços prestados aos clientes e bem-estar aos animais nela alojados.

“Vamos construir uma nova área de coleta e novos currais de manejo, além da aquisição de uma área para produção de forragens, área de lazer aos funcionários e também um centro tecnológico para avaliação de reprodutores”, destaca o gestor. Ele ainda ressalta que a produção recorde reflete a confiança dos clientes e parceiros na empresa, que possui o que há de mais moderno no processo de industrialização de doses.

 

“Agradecemos a todos os parceiros, centrais e criadores que confiram mais uma vez em nosso trabalho”, conclui.

 

Para 2021, a Central Bela Vista projeta um crescimento de 30% na produção de sêmen.




Deixe seu comentário

J Malucelli
Lely

Facebook

Biotrigo
Oro Agri
Cresol
Safeeds
Bonetti Agronutri