Jacto

Por esta razão a empresa confirma sua participação em mais uma edição do maior encontro da carcinicultura, psicultura e malacocultura da América Latina, a Fenacam’19

De 12 a 15 de novembro a cidade de Natal (RN) será o palco do maior encontro dedicado ao desenvolvimento das cadeias de produção aqua do Brasil, a Fenacam’19. Evento que chega a sua décima sexta edição para servir de apoio técnico-científico e empresarial do setor.

 

De acordo com o zootecnista e líder da Unidade de Negócios Aqua da Polinutri (São Paulo/SP), Aldo Barbugli, o Brasil produz aproximadamente 50 mil toneladas de camarão de cativeiro por ano e sua divisão de negócio tem destacada participação neste setor, próximo de 25%. “Nossa proposta como empresa fornecedora de tecnologias em nutrição capazes de otimizar o desempenho zootécnico desses organismos tem como objetivo apoiar pequenos, médios e grandes empresas em seus desafios diários, porque acreditamos que ‘Juntos vamos mais Longe’”, salienta Barbugli.

 

Pioneira na produção de nutrição de 1,6 milímetro de diâmetro no Brasil, tecnologia muito mais apurada e que traz um diferencial enorme no resultado das criações em função da melhor resposta zootécnica, o gerente de negócios lembra que a Polinutri ao longo de seus 15 anos de presença no setor aqua, apoia e participa desde a primeira edição do encontro como empresa expositora apresentando a cada ano soluções tecnológicas capazes de performar de forma eficiente e sustentável as fazendas aquícolas em todas as fases de vida da criação. “Para nós é muito importante participar da Fenacam por conta da qualidade da grade de palestras técnicas-científicas cuja finalidade é pensar na melhoria contínua dos processos para o desenvolvimento setorial”, acrescenta Aldo.

 

O gestor destaca ainda que o compromisso da Poli com o segmento ao longo desses anos garantiu-lhes a construção de sólidas parcerias, do pequeno ao grande criatório, e dentre ter sido a escolhida de um importante grupo internacional no setor aqua por sua capacidade de atender especificações e entregar produtos customizados. Neste momento, lembra Aldo, a empresa já direciona trabalhos para o mercado internacional e “a partir de 2020 iniciaremos as operações para o Equador”, revela.

 

O profissional destaca que por estas razões e por ser um setor com um importante papel social é que a Polinutri não mede esforços para aportar investimentos para melhorias contínuas visando o apoio no dia a dia dos produtores. “Essas são algumas das razões pelas quais marcaremos presença em mais um ano na Fenacam. É o principal evento do setor e tem contribuído para o mercado aqua – camarões de cativeiro, Tilápia e peixes redondos.”




Deixe seu comentário

INOBRAM
J Malucelli
Safeeds

Facebook

Oro Agri
Biotrigo
Cresol
Real H
Bonetti Agronutri