Jacto

Por Jaime Samoel

Pecuaristas de várias cidades da região tiveram o privilégio de receber instruções de manejo de pastagem entre outras informações com o Dr. Adilson de Paula Almeida Aguiar, Zootecnista formado pela Fazu, consultor há 20 anos no 2º dia na Varanda promovido pela Dow Agroscience e a empresa Sollo Sul na Fazenda Cotegipe em Santa Isabel D’oeste. Adilson já realizou viagens técnicas para o Canadá, Cuba, França, Israel, Austrália e Nova Zelândia. O pesquisador já escreveu 03 livros e presta consultoria para a Dow AgroSciences há 16 anos. Os pecuaristas e técnicos foram recebidos pela proprietária da fazenda Cotegipe Dona Vera Schimitz. O evento iniciou com um delicioso café da manhã servido na cozinha da Fazenda e logo após iniciou a palestra técnica. Cerca de 30 pecuaristas aproveitaram para trocar experiências e tirar suas dúvidas além de receber dicas e aprimorar seus conhecimentos em relação aos custos e resultados na pecuária.

Em relação à pastagem deve sempre antes de tudo escolher a espécie forrageira, realizar o plantio da pastagem, dar atenção a implantação da infra-estrutura, manejo do pastejo e planejamento alimentar. O controle de plantas invasoras, insetos e pragas são indispensáveis além da correção e adubação, uma boa irrigação também é muito importante para a qualidade do pasto. Segundo Adilson o pecuarista deve seguir de preferência nessa ordem não esquecendo de nenhum item. O manejo correto  das pastagens de forrageiras tropicais é fundamental para garantir a produtividade sustentável do sistema de produção de corte e leite a pasto. O sucesso da formação de uma pastagem depende de conhecimento, análises da escolha da forrageira, fertilidade e bom preparo de solo e das condições do clima.

Dr. Adilson também reforçou a questão da Genética, Reprodução, Sanidade, Suplementação e o Conforto/Ambiência do animal. É um conjunto de vários fatores aplicados até que se tenha um ótimo resultado final. No evento, destacou-se a importância de que em toda fazenda se tenha uma boa Gestão dos recursos humanos, dos custos e dos resultados e da informação técnica, econômica e de mercado.

José Trajano de Britto gerente e administrador da Fazenda Cotegipe falou das dificuldades que as fazendas da região encontram no inverno, ‘’a área da lavoura vira pastagem de inverno’’ lembra ele. Que mesmo com uma área maior de aveia plantada teve a falta de pasto. ‘’O inverno aqui é muito chuvoso. Houve um grande pisoteio no pasto e danificou, degradou devido a muitas chuvas’’, comenta José afirmando que é uma época ruim para os pecuaristas da região. Dr. Adilson aconselha que já no outono a pastagem esteja alta, para que não falte, tem que haver planejamento. Nossa região é normal ter geada e por isso temos que ter reserva, nos precaver. Lembra que é mais fácil administrar com chuvas bem distribuídas do que em regiões com neve ou então com uma seca ou estiagem grande. ‘’Temos umas das melhores condições climáticas. Podemos explorar vários tipos de pastos. Temos vantagens, tem solução’’. Segundo o pesquisador a geada combate doenças e pragas. Ele destaca a importância do planejamento. Preparar a pastagem de inverno, e fazer piquetes com a troca diária do gado para não compactar o solo é a melhor maneira de impedir a degradação da pastagem de inverno. Assim todo dia se oferece pasto de alta qualidade, sem contaminação de fezes e barro.

Outros pecuaristas também destacaram as dificuldades na carga animal. No verão compra-se gado e quando chega no inverno falta pasto. Quanto a isso é preciso fazer o ajuste de carga animal. No Brasil 80% da área de pastagem está degradada. Esse problema é no mundo todo. No mundo 70% área pastagem esta degrada. Existem no planeta cerca de 3 a 4 bilhões de hectares de pasto. Mais da metade precisa de intervenção urgente porque já degradou inclusive o solo. Compactou e teve erosões. Os pecuaristas devem adotar as novas tecnologias. Segundo Adilson nenhum pecuaristas gosta de ouvir que sua fazenda está com excesso de lotação, mas as vezes diminuir o numero de animais é preciso. Para manter a pastagem sempre de qualidade deve se ter antes um controle da área da pastagem de acordo com o numero de animais.

No Paraná a taxa de lotação é de 1,82 cabeças de gado por hectare. No Brasil é de 1.1. ‘’Parece ser avançado, mas o solo é muito degradado, sem massa de pastagem ideal, tudo rapado’’, comenta o especialista relatando o que viu ao chegar no nosso estado. Parece ser vantagem, mas a maior lotação de pasto do Brasil é aqui no Paraná, afirma. O pecuarista pode estar deixando de ganhar dinheiro. Tem que ter resultado, produtividade e retorno econômico. Juntamente com o manejo adequado estão a conservação dos recursos naturais  minimizando os impactos negativos da erosão, compactação e baixa infiltração de água no solo. Pastagens mal manejadas resultam na degradação das áreas e consequentemente em baixa produtividade, além de desencadear processos erosivos.

Ao meio dia foi servido almoço e na parte da tarde o grupo foi a campo para analisar a pastagem Convert, seus resultados e suas vantagens.  O CONVERT™ HD364 é utilizado  para o pastejo  de bovinos de corte e leite. Por sua alta qualidade e capacidade de produção de forrageira, também pode ser utilizado/ofertado ensilado ou enfenado.

Para maximizar a velocidade do rebrote, é recomendada a retirada dos animais  da área quando a altura do pasto estiver até 25-30 cm. Quanto mais alto, mais rápido será o rebrote.

Estiveram presente os promotores e representantes técnicos de vendas da Dow AgroSciences Rogério da Silva e Anna Laura Walter entre outros técnicos que fazem parte da empresa parceira do evento Solo Sul insumos. A Sollo Sul hoje conta com 10 unidades na região sendo que a sua matriz fica em Pato Branco.

A Dow AgroSciences é uma das mais importantes empresas mundiais de ciência e tecnologia para o agronegócio. Suas áreas de atuação incluem a proteção às lavouras, com o controle de pragas, vegetação e doenças, e o fornecimento de híbridos e biotecnologia de alta qualidade que garantem a produtividade de cultivos.




Deixe seu comentário

J Malucelli
Lely

Facebook

Oro Agri
Biotrigo
Cresol
Safeeds
Bonetti Agronutri