Jacto

Segundo estudo da Alltech, atenção ao controle dos grãos utilizados nesses produtos é importante para garantir a segurança alimentar dos pets

O bem-estar e a segurança alimentar dos animais domésticos tem relação direta com a qualidade dos grãos utilizadas nas rações. Além de interferir na saúde intestinal, uma alimentação de boa procedência resulta em melhor condição de pele e pelagem. No entanto, com a maior utilização de cereais nas dietas dos pets, as rações ficam mais suscetíveis a ação das micotoxinas, substâncias tóxicas produzidas por fungos ainda no processo de produção dos insumos para rações. O consumo de ração contaminada pode resultar em redução da imunidade dos pets, deixando-os mais suscetíveis às doenças.

Com o objetivo de monitorar a contaminação por micotoxinas nos grãos utilizados nas rações, a Alltech desenvolveu o Programa 37+, que já consegue identificar 50 tipos diferentes dessas substâncias em alimentos. “Feito isso, organizamos as micotoxinas em oito grupos distintos, separadas pelo potencial tóxico de cada uma. Com isso conseguimos fazer uma estimativa do grau de intoxicação, podendo tomar as medidas preventivas necessárias para evitar danos à saúde dos animais”, explica o gerente de negócios da Alltech do Brasil, Sérgio Alves.

Para contabilizar esses graus de contaminação na dieta de pets, a Alltech analisou 120 amostras de dietas de cães e gatos no Brasil no período de 2015 a 2017 e verificou que 97,5% das amostras analisadas estavam contaminadas com pelo menos uma micotoxina, sendo que 45,3% com alto grau de contaminação. Entre as principais micotoxinas presentes na amostra estava a Fumonisina, que tem impacto significativo na saúde e imunidade intestinal dos animais.

“Estamos usando mais cereais nas dietas dos pets, o que deixa as rações mais suscetíveis a ação das micotoxinas. No entanto, com algumas atitudes como o controle da qualidade dos grãos e a formulação das rações, é possível minimizar os riscos ocasionados por esse fator”, analisa o Diretor Global do Programa de Gerenciamento de Micotoxinas da Alltech, Nick Adams.

Proteção

Para aumentar a segurança alimentar das rações para pets, a Alltech disponibiliza o Mycosorb A+, adsorvente a base de glucanos oriundos de parede celular de leveduras de cepa especifica e farinha de algas, que é uma alternativa complementar aos antifúngicos. “Com isso conseguimos oferecer uma ração segura e saudável para os animais, proporcionando uma perfeita saúde intestinal, melhor qualidade de pele e pelagem, além do bem-estar animal”, disserta Alves.

----

Sobre a Alltech:

Fundada em 1980 pelo empresário e cientista irlandês Dr. Pearse Lyons, a Alltech descobre e entrega soluções para a nutrição sustentável de plantas, animais e pessoas. Com mais de 100 unidades de produção global, a Alltech é líder em produção e processamento de leveduras e minerais na forma orgânica.

 

Nosso princípio orientador ACE busca desenvolver soluções que são seguras para os animais, consumidores e também para o meio ambiente. São mais de seis mil colaboradores espalhados pelo mundo que têm o compromisso de para trabalhar todos os dias para nossos consumidores.

 

A Alltech é uma empresa familiar - o que permite se adaptar rapidamente às novas necessidades do consumidor e a permanecermos focados em inovação de ponta. Sediada em Lexington, Kentucky, nos Estados Unidos, a empresa tem uma presença forte em todas as regiões do mundo. Para mais informações, visite www.alltech.com/news. Nos contate também pelo Facebook.

 




Deixe seu comentário

Safeeds
INOBRAM

Facebook

Matsuda
Bonetti Agronutri
Oro Agri
Agral
Agrishow 2019
Dispec
Cresol
Vencofarma
Fankhauser